Como preparar um brunch

Chá das Cinco: como preparar um brunch

Tenho falado bastante nos brunches que organizo, ora em minha casa ora em casa da Né, no último sábado de cada mês. Depois de ter partilhado várias receitas, está na hora de falar sobre como organizar um brunch.

Um bom brunch não precisa de ser elaborado nem precisa que acordemos mais cedo do que gostaríamos. O brunch é, afinal, aquela refeição de fim-de-semana que comemos, ainda ensonados, muitas vezes de pijama, e que partilhamos com amigos e/ou família, deixando que se estenda tarde dentro.

Chá das Cinco: como preparar um brunch

O truque para preparar um brunch sem grandes correrias é a planificação. Começo, dois ou três dias antes por definir o menu.

Menu

Chá das Cinco: como preparar um brunch

O menu de brunch deve fazer jus ao nome da refeição e ir buscar elementos do pequeno-almoço e do almoço. Assim, um brunch deverá ter elementos de todos os grupos alimentares, que podem ser combinados entre si:

  • Lacticínios – leite ou iogurte e/ou queijo;
  • Proteina – geralmente ovos, mexidos, escalfados, tortilhas, etc.; podendo ser acompanhados de carnes “de pequeno-almoço”, como salsichas, enchidos ou salmão fumado;
  • Vegetais – geralmente salada e/ou batatas;
  • Fruta;
  • Pão ou similar

Como eu sou gulosa, gosto de ter uma sobremesa no menu. Ah, e claro, não podemos esquecer as bebidas – café e sumo (que pode ser adaptado para um cocktail leve).

Chá das Cinco: como preparar um brunch

Assim, no fim-de-semana passado, o menu do brunch foi:

  • Pizza de fruta;
  • Ovos sobre espinafres;
  • Torres de batata com alho e queijo;
  • Torradas;
  • Bolo de chocolate e vinho tinto;
  • Café (com leite opcional);
  • Vodka laranja (com sumo natural)

Preparação

Preparar isto tudo de manhã teria sido uma correria, faltaria alguma coisa e, certamente, a mesa não estaria posta a tempo.

Chá das Cinco: como preparar um brunch

O truque é preparar de véspera. A pizza de fruta tinha a base feita, sendo só necessário rechea-la  antes dos convidados chegarem. As batatas estavam já cortadas e o molho de espinafres estava pronto.

Assim, de manhã, foi só ligar o forno e ficou tudo pronto enquanto eu me arranjava.

Quando organizam um brunch para mais do que 3 ou 4 pessoas, esqueçam o expresso – afinal, quem quer estar em frente à máquina durante 10 minutos a tirar cafés de manhã? Eu sou fã do café de cafeteira francesa, mas qualquer café de cafeteira, que dá para fazer em grande quantidade de uma só vez, é uma boa aposta.

Chá das Cinco: como preparar um brunch

Quanto às torradas, o ideal é não querermos fazer tudo – pedi à Né e à Ana que trouxessem o pão fresco e foi uma coisa a menos com que me tive de preocupar.

A mesa

Também a mesa deve, se possível, estar preparada na noite anterior, com o espaço necessário para os pratos de servir já marcado, para que não falte espaço à última da hora.

Para quem tem mesas pequenas e pouco espaço, usar pratos com alturas diferentes cria mais espaço na base da mesa, parecendo menos apertada, para além de criar um maior interesse visual. Aproveitem também mesas ou prateleiras que possam servir de apoio – eu utilizei parte do tampo da minha secretária para a lata do açúcar e para os guardanapos.

Chá das Cinco: como preparar um brunch

O melhor é ser uma refeição descontraída: pratos, copos e talheres do “dia-a-dia” e guardanapos de papel podem também fazer uma mesa bonita.

Horas

O brunch não tem hora certa – afinal, no fim-de-semana não queremos horários. Mas o melhor é apontar por volta das 10h30/11h e deixar que as horas passem à mesa, com boa comida e conversa.

Chá das Cinco: como preparar um brunch


Quem vão convidar para o brunch deste fim-de-semana?

3 Replies

Deixar uma resposta