'Burgers vegetarianos de abóbora para o Halloween

Chá das Cinco: Receita de pão de hambúrguer, burger de abóbora e maionese vegan de abacate

Quando tomei consciência do que realmente estava nos produtos fast-food, já lá vão uns anos, deixei de beber refrigerantes e de ir ao McDonalds, até porque, para que não come carne e evita o peixe, como eu, as opções no McDonalds (e concorrência) são poucas ou nenhumas. Mas isso não invalida que os anúncios que espalham pela cidade com fotografias profissionais de hambúrgueres, que claramente não são o que nos servem, não me influencie.

Na esquina da minha rua há um muppie pelo qual passo todos os dias e que, na maior parte do tempo, tem um anuncio ao último hambúrguer, edição especial, limitadíssimo da McDonalds. E lá me dá a vontade de comer um hambúrguer…

hamburguers-de-halloween-5

A verdade é que comprar o pão do supermercado, cheio de aditivos que não reconheço, não é uma escolha muito melhor ao fast-food e, por isso, numa das vezes que me deu vontade de comer hambúrgueres já muito perto da hora de jantar, decidi descobrir como fazer um pão de hambúrguer realmente bom em casa

hamburguers-de-halloween-2

Este ano o brunch de Halloween foi em casa da Né, que também faz um esforço para fazer uma alimentação com menos carne, e daí aos burgers de abóbora com maionese de abacate, foi um saltinho. Em tamanho de slidder, estes hambúrgueres eram o “prato principal” ideal para a terrorifica mesa que a Né nos preparou.

Burguers de abóbora com maionese de abacate em pão de hambúrguer caseiro

  • Servings: 12 hambúrgueres
  • Time: 20 min preparação + 15 repouso + 15 cozedura
  • Print

hamburguers-de-halloween-7

Ingredientes

Pão de hambúrguer

  • 1 saqueta fermento de padeiro em pó (prefiro Fermipan)
  • 280 ml água morna (37ºC)
  • 50 g açúcar
  • 80 ml óleo de girassol ou amendoim
  • 1 ovo
  • 770 g farinha sem fermento
  • 2 c. sal fino
  • 1 gema + 2 C. leite (para pincelar)*
  • sementes de sésamo ou chia

*Para o caso de querer fazer pão preto, junte também cerca de 1 c. corante em gel e pincele os topos do pão apenas com leite.

Burger de abóbora

  • 180 g aveia
  • 180 g feijão branco, cozido e escorrido
  • 250 ml puré de abóbora
  • 2 dentes de alho, descascados
  • 1 ovo
  • Sal, paprika/colorau, piri-piri e pimenta cayena, a gosto

Maionese vegan de abacate

  • 1/2 abacate maduro
  • 2 C. vinagre de cidra ou limão
  • 2 c. alho em pó
  • 30 ml azeite
  • sal, pimenta cayena e piri-piri, a gosto

Para a montagem

  • Queijo creme, q.b.
  • Alface, q.b.

Preparação

Pão de hambúrguer

  1. Pré-aqueça o forno a 215ºC;
  2. Na taça de uma batedeira ou numa taça grande polvilhe a levedura de padeiro sobre a água morna e deixe que este se dissolva sozinho, cerca de 5 minutos. Depois misture completamente;
  3. Com uma batedeira de arames misture o açúcar e o óleo até homogéneo;
  4. Junte a farinha, o ovo e o sal (caso use, junte também o corante) e misture, com o gancho de amassar ou com uma colher de pau, até que se forme uma bola;
  5. Se a massa não formar uma bola ou estiver demasiado pegajosa ao toque, adicione um pouco mais de farinha e volte a misturar; caso esteja demasiado seca, acrescente um pouco mais de leite morno. A massa deve ficar macia e elástica, mas não líquida;
  6. Forme uma bola com a massa na mesa de trabalho com a massa e divida-a em 12 bolinhas (ou em 8, para hambúrgueres maiores);
  7. Transfira para um tabuleiro forrado com papel vegetal, cubra com um pano de cozinha e deixe levedar durante cerca de 10 minutos;
  8. Bata a gema de ovo com o leite e pincele os pãezinhos com a mistura, polvilhe-os com as sementes e leve ao forno pré-aquecido durante 10 a 15 minutos ou até estarem dourados e um palito inserido no centro sair limpo.

Burgers de abóbora

  1. Pré-aqueça o forno a 180ºC e forre um tabuleiro com papel vegetal;
  2. Num robot de cozinha (ou na Bimby) coloque a aveia e triture-a até formar farinha;
  3. Junte os restantes ingredientes e volte a triturar, até obter uma pasta consistente. Caso a pasta esteja demasiado líquida pode acrescentar mais aveia ou farinha;
  4. Forme 12 bugers com a pasta de abóbora e coloque-os no tabuleiro. Deixe-os repousar cerca de 10 minutos no congelador para que ganhem consistência;
  5. Leve-os ao forno pré-aquecido durante cerca de 10 minutos.

Maionese vegan de abacate

  1. Num robot de cozinha (ou na Bimby) coloque o abacate, o vinagre e os temperos e triture até obter uma pasta lisa. Poderá ter de desligar a máquina e fazer descer os pedaços que se foram agarrando às paredes do copo entretanto para obter um resultado mais homogéneo;
  2. Junte, em fio, o azeite e continue a bater durante um minuto até obter um creme com a consistência da maionese.

Montagem

  1. Abra os pães, arrefecidos, ao meio e barre o interior da parte de baixo com uma dose generosa de queijo creme;
  2. Coloque sobre este a alface, o burguer de abóbora e, depois, a maionese de abacate;
  3. Tape-o com a parte superior do pão e coloque um palito no centro para que mantenha a forma;
  4. Sirva morno.

Pudim de Verão

Chá das Cinco: Receita de pudim de verão do livro 12 meses de cozinha

No livro 12 meses de cozinha há receitas que, desde que as leio, me deixam de pé atrás, e esta era uma delas. A primeira explicação que dão é que este pudim, considerado um clássico inglês, no século XVIII fazia parte da alimentação dos doentes que não podiam comer muito açúcar. Ora, quem é que quer uma sobremesa sem açúcar?

Chá das Cinco: Receita de pudim de verão do livro 12 meses de cozinha

Felizmente desta vez estava enganada e, depois de muito duvidar, lá desenformei o pudim cuidadosamente num prato, esperando que se desfizesse imediatamente. Não só o pudim não se desfez como, para o pequeno-almoço acompanhado com café, a quantidade de açúcar pareceu-me a ideal. Podemos, ou não, ter exagerado na quantidade de chantilly com que o comemos.

Chá das Cinco: Receita de pudim de verão do livro 12 meses de cozinha

Confesso que não servi este pudim no dia seguinte ao que o fiz, em vez disso embrulhei-o, dentro da forma, em película aderente e deixei-o no frigorífico 2 ou 3 dias antes de ganhar coragem para o provar e, talvez por isso, ele estivesse tão firme e não se tenha desfeito enquanto o cortava.

Para que o peso fique uniformemente distribuído, aconselho a que cubram o pudim com película aderente e, depois, coloquem uma forma ligeiramente mais pequena sobre o pudim e, dentro desta, o peso – eu aproveitei e coloquei mais uns pacotes de leite no frio.

Pudim de Verão

  • Servings: 6-8 fatias
  • Time: 40 min + 8 h repouso
  • Print

Chá das Cinco: Receita de pudim de verão do livro 12 meses de cozinha

Ingredientes

  • 6 a 8 fatias de pão de forma
  • 750 g fruta macia de verão arranjada e cortada em pedaços pequenos (cerejas, morangos, framboesas, groselhas, pêssegos, alperces, etc.)
  • 125 g + 1 C. açúcar
  • 200 g natas gordas

Preparação

  1. Cubra completamente o fundo e as paredes de uma forma de mola com fatias ou pedaços de pão de forma;
  2. Coloque a fruta arranjada num tacho e polvilhe-a com 125 g de açúcar. Deixe repousar 15 minutos;
  3. Aqueça a fruta com açúcar em lume brando até levantar fervura. Depois deixe ferver 2 a 3 minutos. Desligue o lume e deixe repousar 15 minutos para que as frutas libertem sumo;
  4. Reserve 3 a 4 colheres de sopa do sumo das frutas e despeje o restante sumo e frutas na forma forrada com pão;
  5. Tape o pudim com uma camada de fatias de pão de forma e, sobre estes, coloque um peso;
  6. Deixe repousar no frigorífico durante, pelo menos, 8 horas;
  7. Bata as natas e 1 colher de sopa de açúcar até formar chantilly;
  8. Desenforme sobre o prato de servir e utilize o sumo reservado para ensopar o pão que estiver seco;
  9. Sirva o pudim polvilhado com açúcar em pó e acompanhado com o chantilly.

Receita adaptada do livro 12 meses de cozinha.

Brunch Dia da Mãe

Brunch servido à mesa das 11h às 16h – 1 de Maio, 2016

Organização Chá das Cinco + Noémia da Costa Pinto

Menú

  • Iogurte com granola de manteiga de amendoim, banana e pepitas de chocolate
  • Tosta de queijo mozzarella, tomate e manjericão
  • Scone acompanhado de manteiga, queijo creme e doce de framboesas e maçã
  • Pão de banana
  • Ovo escalfado e cogumelo portobello com salada quente de tomate e espinafres
  • Cupcake lemon curd com frosting de merengue ou brownie com chantilly
  • 1 bebida fria – sumo de laranja, limonada,vinho, cerveja, água sem gás ou água com gás
  • 1 bebida quente – chá, espresso, descafeinado,americano, cappuccino, meia de leite ou galão

15€/pax
+ mimosa (espumante e sumo de laranja) – 18€/pax

Reserva obrigatória (até 29 de Abril) – info@chadascinco.pt / 916 419 826

Mais informações

Chá das Cinco: Receita de scones de triplo chocolate

Scones de triplo chocolate

Chá das Cinco: Receita de scones de triplo chocolate

Por hábito compro sempre a mesma marca de cacau em pó e de pepitas de chocolate, mas isso não quer dizer que seja a melhor marca disponível em Portugal; foi aquela com que me habituei a trabalhar, sei como vai reagir e, por isso, trabalho sempre com a mesma. Embora sejam de muito boa qualidade e o preço seja aceitável, tenho-me apercebido de que deveria procurar uma matéria prima melhor para obter ainda melhores resultados.

Chá das Cinco: Receita de scones de triplo chocolate

Assim, há umas semanas decidi que havia de comprar o cacau puro da Hershey’s, que já tinha experimentado, mas que, pelo preço e só existir num sítio no Porto, raramente compro, e que havia de, finalmente, comprar os chocolates da Callebaut, uma marca de chocolates belga de óptima qualidade, e que é possível comprar em pequenas quantidades na Casa Januário.

Chá das Cinco: Receita de scones de triplo chocolate

Claro que, com tantos produtos de chocolate em casa, durante alguns dias o meu cérebro só pensava em chocolate, chocolate, chocolate… Por isso, quando convidei a Né e a Ana para virem lanchar a minha casa depois de um passeio pela baixa, só podia espera-las com estes deliciosos scones de triplo chocolate e cappuccini de aeropress com café Sofia Supremo da Colômbia, que nos foi oferecido pela Academia do Café.

Scones de triplo chocolate

  • Servings: 18 scones
  • Time: 30 minutos
  • Print

Chá das Cinco: Receita de scones de triplo chocolate

Ingredientes

Scones

  • 230 g farinha sem fermento
  • 50 g cacau
  • 85 g açúcar
  • 1 C. fermento
  • 1/2 c. sal
  • 1/2 c. canela em pó
  • 90 g manteiga sem sal, bem fria, cortada em cubos
  • 1 ovo
  • 180 ml natas
  • 1/2 c. extrato de baunilha
  • 100 g pepitas de chocolate negro
  • leite q.b.

Cobertura

  • 50 g chocolate de leite
  • 50 ml natas

Preparação

  1. Pré-aqueça o forno a 200ºC e forre um tabuleiro com papel vegetal;
  2. Numa taça grande misture bem a farinha, o cacau, o açúcar, o fermento, o sal e a canela;
  3. Num robot de cozinha (ou na Bimby em velocidade 5) incorpore a manteiga na mistura de farinha durante apenas uns segundos, sem deixar que se forme uma massa – deverá parecer-se com areia;
  4. À parte, bata o ovo, as natas e o extracto de baunilha;
  5. Com uma batedeira em velocidade baixa incorpore os ingredientes líquidos na mistura de farinha e manteiga. A massa ficará bastante húmida;
  6. Adicione as pepitas e envolva-as até estarem bem distribuídas pela massa;
  7. Numa superfície polvilhada com farinha, forme com a massa um quadrado com cerca de 18×18 cm e corte-o, com uma faca enfarinhada, em 9 quadrados e, depois, cada quadrado em dois triângulos;
  8. Transfira para o tabuleiro preparado e pincele com leite;
  9. Leve ao forno pré-aquecido cerca de 14 minutos. Deixe arrefecer completamente antes de colocar a cobertura;
  10. Numa taça resistente ao calor, coloque o chocolate e as natas. Leve ao microondas em intervalos de 20 segundos, misturando no fim de cada intervalo, até obter um ganache suave. Deixe arrefecer ligeiramente, para que fique mais espesso. Decore os scones e deixe a cobertura assentar antes de os servir.

1 scone: 199 calorias, 12 g gordura, 20 g hidratos de carbono, 3 g proteina

Que marca de chocolate e cacau usam nas vossas receitas?

Chá das Cinco: Receita de muffins de banana, aveia e noz

Muffins de banana, aveia e noz

Chá das Cinco: Receita de muffins de banana, aveia e nozDa preparação para a semana agitada que tive sairam, também, estes muffins de banana, aveia e noz. No instagram vou abrindo, de vez em quando, uma janela para o que é ser “food blogger”. Este hobbie, quase profissão, não é só cozinhar e comer! O processo começa com pesquisa em livros, blogs e sites de ideias, combinações de sabores e receitas. Depois é preciso criar a receita e testa-la e, se não saiu bem à primeira, é preciso fazer ajustes e voltar a experimentar até obter a consistência, o sabor e o aspecto que pretendíamos.

Chá das Cinco: Receita de muffins de banana, aveia e noz

Por fim é preciso fotografar a nossa criação e, embora adore fotografia, essa é, para mim, a parte que requere mais criatividade. Se me seguem no instagram certamente já viram que gosto de fotografar em cima da cama, que costumava fotografar em cima de uma porta espelhada antiga, que fotografo em pé em cima de mesas… mas para fotografar estes muffins tive de enfrentar um dos meus maiores medos – uma gaivota. Enquanto fotografava os muffins no terraço uma gaivota pousou ali perto e olhou os muffins com ar de “vou-te comer”.

Chá das Cinco: Receita de muffins de banana, aveia e noz

Em defesa da minha criação eu, que tenho pavor de pássaros, fiz-lhe “cho” e abanei o braço ligeiramente para que ela se fosse embora. Felizmente a gaivota levantou voo novamente.

Saudáveis e cheios de fibra, estes muffins são ideais para comer ao pequeno-almoço com chá ou café e, se tiverem tempo, cortem-nos ao meio, torrem e barrem com manteiga antes de comer. Não se esqueçam de os proteger das gaivotas!

Muffins de banana, aveia e noz

Chá das Cinco: Receita de muffins de banana, aveia e noz

Ingredientes

  • 60 g farinha sem fermento
  • 85 g gérmen de trigo
  • 100 g aveia
  • 1/2 C. fermento em pó
  • 1/2 c. sal
  • 1 banana madura
  • 50 g mel
  • 1 ovo
  • 125 ml leite
  • 50 g nozes

Preparação

  1. Pré-aqueça o forno a 180ºC e prepare 9 formas de cupcake untando-as ou utilizando forminhas de papel;
  2. Numa taça pequena junte a farinha, o gérmen de trigo, a aveia, o fermento e o sal;
  3. Numa taça grande, esmague a banana e junte-lhe o mel, o ovo e o leite, misturando até homogéneo;
  4. Com uma espátula envolva a mistura de farinha no puré de banana e, depois, incorpore as nozes;
  5. Divida a mistura entre as formas, enchendo-as até ao topo. Polvilhe os muffins com alguns flocos de aveia;
  6. Leve os muffins ao forno durante cerca de 25 minutos ou até que um palito inserido no centro saia limpo;
  7. Deixe arrefecer na forma durante 10 minutos antes de transferir para uma grelha para que arrefeçam completamente.

1 muffin: 168 calorias, 6 g gordura, 27 g hidratos de carbono, 6 g proteina

Entre outras, eu tenho fobia a pássaros. Que medos inexplicáveis têm?

Triângulos de mirtilo e aveia para o pequeno-almoço

Barritas mirtilo 1

Quando eu era mais nova não gostava nada de tomar o pequeno-almoço – se não comesse em casa, eram 10 minutos de sono que eu ganhava. Hoje em dia não dispenso o pequeno-almoço, mesmo nas manhãs mais apressadas, e gosto de saber, na noite anterior, o que vou fazer no dia seguinte, afinal, é como qualquer outra refeição, o ideal é planear antecipadamente.

Barritas mirtilo 3

Esta semana estou ainda mais atarefada do que é costume e nem levantar-me cedo chega para conseguir dar conta de tudo o que tenho de fazer antes de sair de casa. Por isso, no fim-de-semana, preparei pequeno-almoço para toda a semana, que fui partilhando convosco no instagram. Nos últimos dias tem sido só fazer o chá ou café, enquanto trato da Maria Bolacha, que o pequeno-almoço já está pronto.

Chá das Cinco: Receita de barritas de mirtilos e aveia para o pequeno-almoço

Não estamos na época dos frutos vermelhos, mas esta receita usa fruta congelada, e, se não encontrarem embalagens só de mirtilos podem utilizar frutos vermelhos/silvestres misturados ou, como eu fiz, separar os mirtilos dos restantes frutos.

Triângulos de mirtilo e aveia

  • Servings: 8 triângulos
  • Time: 60 minutos
  • Print

Chá das Cinco: Receita de barritas de mirtilos e aveia para o pequeno-almoço

Ingredientes

Base

  • 170 g farinha sem fermento
  • 75 g aveia
  • 120 g açúcar
  • 50 g açúcar amarelo
  • 1/2 c. sal
  • 115 g manteiga sem sal, derretida

Recheio

  • 300 g mirtilos, congelados
  • 80 g açúcar
  • 2 C. sumo de limão
  • 2 c. amido de milho

Preparação

  1. Pré-aqueça o forno a 180ºC e forre uma forma quadrada, de cerca de 20 cm, com papel vegetal;
  2. Numa taça grande misture a farinha, a aveia, os açúcares e o sal;
  3. Junte a manteiga derretida e misture, com uma colher de pau, até formar uma areia grossa;
  4. Coloque 2/3 da mistura na forma previamente forrada, calcando bem;
  5. Prepare o recheio, misturando todos os ingredientes numa taça;
  6. Coloque a mistura de mirtilos sobre a base calcada, distribuindo uniformemente;
  7. Cubra com a restante mistura de farinha e aveia, sem calcar;
  8. Leve ao forno pré-aquecido durante 55 minutos. Deixe arrefecer completamente antes de desenformar e cortar. Reserve numa caixa hermeticamente fechada.

1 triângulo: 357 calorias, 13 g gordura, 58 g hidratos de carbono, 3 g proteina

Como é a vossa rotina de pequeno-almoço?

Chá das Cinco: Receita de panquecas de requeijão recheadas com chocolate

Panquencas de requeijão recheadas com chocolate

Chá das Cinco: Receita de panquecas de requeijão recheadas com chocolate

Mudei de casa há umas semanas e, até este fim-de-semana, não tinha arrumado todas as caixas e caixinhas que tinha trazido. Foi preciso uma tarde inteira para conseguir ordenar formas, cortantes, boquilhas, sacos de pasteleiro, corantes, sprinkles, e toda uma imensidão de coisas e coisinhas que eu já nem sabia que tinha.

Chá das Cinco: Receita de panquecas de requeijão recheadas com chocolate

O blog esteve, por isso, mais parado nas últimas semanas, mas agora é preciso experimentar e compreender o forno, voltar a utilizar um fogão a gás e ambientar-me à nova cozinha.

Chá das Cinco: Receita de panquecas de requeijão recheadas com chocolate

À semelhança do ano passado, não podia deixar passar o Dia das Panquecas (em Portugal, das Malassadas) sem uma nova receita de panquencas, mesmo que a cozinha ainda estivesse meio encaixotada.

Estas panquecas têm uma massa muito diferente da habitual: o ingrediente principal, o requeijão, torna-as mais compactas e dispensa a receita de gordura adicionada. Mas não pensem que são panquecas saudáveis – no interior levam quadradinhos de chocolate, que derretem na frigideira, e se tornam num delicioso recheio de chocolate.

Panquencas de requeijão recheadas com chocolate

  • Servings: 9 panquecas
  • Time: 45 minutos
  • Print

Chá das Cinco: Receita de panquecas de requeijão recheadas com chocolate

Ingredientes

  • 510 g requeijão de vaca, gordo
  • 2 ovos
  • 80 g açúcar
  • 1/2 c. extracto de baunilha
  • 140 g + 50 g farinha sem fermento
  • 1/4 c. sal
  • 1/2 c. fermento
  • 18 quadrados de chocolate
  • manteiga/óleo q.b.

Preparação

  1. Com um pano, escorra o requeijão de forma a retirar o máximo de líquido; deverá ficar com 450 g de requeijão escorrido;
  2. Num processador de comida ou na Bimby, em velocidade 7, triture o requeijão escorrido, os ovos, o açúcar e o extracto de baunilha até obter uma pasta homogénea;
  3. Numa taça grande misture bem, com um batedor de varas, 140 g de farinha, o sal e o fermento;
  4. Junte a pasta de requeijão aos ingredientes secos e envolva até obter uma massa uniforme e pegajosa;
  5. Num prato fundo coloque os restantes 50 g de farinha;
  6. Aqueça uma frigideira ao lume e unte com manteiga ou óleo;
  7. Com uma colher de gelado com aro, ou com as mãos, forme uma bola de massa. Insira no centro da bola dois quadrados de chocolate e una a massa à volta destes, de forma a rechear a bola;
  8. Passe a bola de massa na farinha, cobrindo-a uniformemente. Passando a panqueca de uma mão para a outra, sacuda o excesso de farinha e achate a panqueca ligeiramente, antes de a colocar na frigideira;
  9. Cozinhe a panqueca em lume brando durante cerca de 2 minutos de cada lado, até estar dourada;
  10. Repita o processo com a restante massa – deverá fazer 9 panquecas;
  11. Sirva ainda mornas, polvilhadas com açúcar em pó.

1 panqueca: 330 calorias, 14 g gordura, 38 g hidratos de carbono, 13 g proteina

O que é pior numa mudança – arrumar tudo na casa antiga ou guardar tudo no sítio na casa nova?

Chá das Cinco: Receita de scones de chá de cereja do Fundão

Scones de chá de cereja do Fundão

IMG_5119

O Hotel do Chiado convidou-me, há cerca de um mês, a experimentar o novo serviço do bar panorâmico Entretanto: o Five O’Clock Tea, ou seja, o  seu próprio chá das cinco. Adorei o convite e aproveitei os dias que passei em Lisboa, antes do Natal, para o partilhar com a minha família. As ruas estavam cheias de gente às compras, mas valeu a pena ir até ao coração de Lisboa para tomar chá com uma das melhores vistas da cidade.

Chá das Cinco: review Hotel do Chiado e Five O'Clock Tea Entretanto rooftop bar

O menú do “Five O’Clock Tea” inclui, para além de uma vasta selecção de chás, scones com doce e manteiga, um croissant, duas miniaturas, uma fatia de bolo e bolachas. Os chás disponíveis são todos nacionais – para além do Azores green tea e do Azores black tea, de Gorreana, mais tradicionais, têm também chá de pêra rocha do Oeste, maçã verde da Beira, laranja do Algarve, ananás dos Açores e cereja do Fundão. Para os mais aventureiros há também dois chás com aroma a vinho – o Madeira wine tea e o Porto wine tea.

Chá das Cinco: Receita de scones de chá de cereja do Fundão

Eu provei o chá de cereja do Fundão e gostei tanto que pedi um bocadinho para trazer para casa. Já em casa, num dia de mau tempo, juntei o chá aos scones e sairam estes deliciosos scones cor-de-rosa, com sabor a cereja, que podem ser comidos só por si.

Scones de chá de cereja do Fundão

  • Servings: 18 scones
  • Time: 30 minutes
  • Print

Chá das Cinco: Receita de scones de chá de cereja do Fundão

Ingredientes

Scones

  • 160 ml natas
  • 2 C. folhas de chá de cereja do Fundão
  • 280 g farinha sem fermento
  • 85 g açúcar
  • 1 C. fermento
  • 1/2 c. sal
  • 1 ovo
  •  1 c. corante vermelho em gel
  • 1/2 c. extrato de baunilha
  • 90 g manteiga sem sal, bem fria, cortada em cubos
  • leite q.b.

Cobertura

  • 130 g açúcar em pó
  • 20 ml natas
  • 20 ml leite
  • 1 c. extrato de baunilha

Preparação

  1. Pré-aqueça o forno a 200ºC e forre um tabuleiro com papel vegetal;
  2. Num tacho pequeno coloque as natas e o chá e aqueça em lume brando durante cerca de 5 minutos ou até que comecem a fervilhar. Retire do lume, coe as natas, descartando as folhas de chá, e reserve no frigorífico, para que as natas arrefeçam;
  3. Numa taça grande misture bem a farinha, o açúcar, o fermento e o sal;
  4. Num robot de cozinha (ou na Bimby em velocidade 5) incorpore a manteiga na mistura de farinha durante apenas uns segundos, sem deixar que se forme uma massa – deverá parecer-se com areia;
  5. À parte, bata o ovo, o corante, o extracto de baunilha e as natas arrefecidas;
  6. Com uma batedeira em velocidade baixa incorpore os ingredientes líquidos na mistura de farinha e manteiga. A massa ficará bastante húmida;
  7. Numa superfície polvilhada com farinha, forme com a massa um quadrado com cerca de 18×18 cm e corte-o, com uma faca enfarinhada, em 9 quadrados e, depois, cada quadrado em dois triângulos;
  8. Transfira para o tabuleiro preparado e pincele com leite;
  9. Leve ao forno pré-aquecido cerca de 14 minutos. Deixe arrefecer completamente antes de colocar a cobertura;
  10. Junte todos os ingredientes da cobertura numa taça pequena e misture-os bem até formarem um creme suave. Decore os scones e deixe a cobertura assentar antes de os servir.

1 scone: 171 calorias, 8 g gordura, 24 g hidratos de carbono, 2 g proteina

De onde se pode ver a melhor vista da vossa cidade?

 

Pizza de fruta

Chá das Cinco: Receita de pizza de fruta

A última semana passou a correr. Entre preparar tudo para a Euro Steam Con, os dias do evento e uma visita relâmpago a Lisboa para novos projectos do Chá das Cinco, o blog ficou por actualizar. Em compensação, para quem não esteve presente, nos próximos dias podem ir descobrindo fotos do evento na página do facebook.

Chá das Cinco: Receita de pizza de fruta

No último post falei no brunch e no que é, para mim, indispensável num brunch, como ter uma opção com fruta (fresca ou não). Esta pizza de fruta veio, no último brunch, preencher esse requisito. Embora já me tivesse cruzado várias vezes com receitas e fotografias de pizzas de fruta na internet, quem me acabou por dar a ideia foi a minha irmã Susana, que fez uma que eu só vi em fotografias.

Chá das Cinco: Receita de pizza de fruta

Não se deixem enganar pelo aspecto saudável. Esta “pizza” leva fruta, sim, mas tem uma base de bolacha, recheio de queijo creme, semelhante à cobertura de queijo creme, e a fruta é pincelada com mel para ficar brilhante.

Se prepararem a pizza para um brunch, podem preparar a base de bolacha na noite anterior e deixar a fruta cortada com sumo de limão (para que não oxide) – de manhã façam o recheio, decorem e levem ao frio antes dos convidados chegarem.

Pizza de fruta

  • Servings: 8 fatias
  • Time: 30 min + 2 h repouso
  • Print

Chá das Cinco: Receita de pizza de fruta

Ingredientes

Base

  • 190 g farinha sem fermento
  • 1/2 c. fermento em pó
  • 1/4 c. bicarbonato de sódio
  • 1/4 c. sal
  • 170 g açúcar
  • 115 g manteiga sem sal, à temperatura ambiente
  • 1 ovo
  • 1 c. extracto de baunilha

Recheio

  • 225 g queijo creme
  • 60 g açúcar
  • 1/2 c. extracto de baunilha

Cobertura

  • Fruta a gosto, em pedaços pequenos
  • 60 ml mel

Preparação

Base

  1. Pre-aqueça o forno a 180ºC e prepare uma forma de pizza, forrando-a com papel vegetal;
  2. Numa taça grande misture a farinha, o fermento, o bicarbonato e o sal;
  3. Com uma batedeira eléctrica em velocidade média-alta bata a manteiga e o açúcar até cremoso e leve;
  4. Adicione o ovo e a baunilha, batendo até que fique um creme fofo e claro;
  5. Com a batedeira na velocidade mínima, ou com um batedor de varas, incorpore a mistura de farinha;
  6. Distribua uniformemente a massa sobre a forma de pizza e leve ao forno durante 12-14 minutos ou até que fique dourada;
  7. Deixe arrefecer completamente sobre uma grelha antes de rechear.

Recheio e cobertura

  1. Com uma batedeira eléctrica na velocidade máxima, bata o queijo creme, o açúcar e a baunilha até obter um creme fofo e leve;
  2. Recheie a base de bolacha uniformemente com o creme de queijo;
  3. Distribua a fruta cortada sobre a pizza;
  4. Pincele com mel e leve ao frigorífico durante, pelo menos, 2 horas antes de cortar.

1 fatia: 486 calorias, 22 g gordura, 65 g hidratos de carbono, 6 g proteina

Que outras pizzas doces sugerem?

Como preparar um brunch

Chá das Cinco: como preparar um brunch

Tenho falado bastante nos brunches que organizo, ora em minha casa ora em casa da Né, no último sábado de cada mês. Depois de ter partilhado várias receitas, está na hora de falar sobre como organizar um brunch.

Um bom brunch não precisa de ser elaborado nem precisa que acordemos mais cedo do que gostaríamos. O brunch é, afinal, aquela refeição de fim-de-semana que comemos, ainda ensonados, muitas vezes de pijama, e que partilhamos com amigos e/ou família, deixando que se estenda tarde dentro.

Chá das Cinco: como preparar um brunch

O truque para preparar um brunch sem grandes correrias é a planificação. Começo, dois ou três dias antes por definir o menu.

Menu

Chá das Cinco: como preparar um brunch

O menu de brunch deve fazer jus ao nome da refeição e ir buscar elementos do pequeno-almoço e do almoço. Assim, um brunch deverá ter elementos de todos os grupos alimentares, que podem ser combinados entre si:

  • Lacticínios – leite ou iogurte e/ou queijo;
  • Proteina – geralmente ovos, mexidos, escalfados, tortilhas, etc.; podendo ser acompanhados de carnes “de pequeno-almoço”, como salsichas, enchidos ou salmão fumado;
  • Vegetais – geralmente salada e/ou batatas;
  • Fruta;
  • Pão ou similar

Como eu sou gulosa, gosto de ter uma sobremesa no menu. Ah, e claro, não podemos esquecer as bebidas – café e sumo (que pode ser adaptado para um cocktail leve).

Chá das Cinco: como preparar um brunch

Assim, no fim-de-semana passado, o menu do brunch foi:

  • Pizza de fruta;
  • Ovos sobre espinafres;
  • Torres de batata com alho e queijo;
  • Torradas;
  • Bolo de chocolate e vinho tinto;
  • Café (com leite opcional);
  • Vodka laranja (com sumo natural)

Preparação

Preparar isto tudo de manhã teria sido uma correria, faltaria alguma coisa e, certamente, a mesa não estaria posta a tempo.

Chá das Cinco: como preparar um brunch

O truque é preparar de véspera. A pizza de fruta tinha a base feita, sendo só necessário rechea-la  antes dos convidados chegarem. As batatas estavam já cortadas e o molho de espinafres estava pronto.

Assim, de manhã, foi só ligar o forno e ficou tudo pronto enquanto eu me arranjava.

Quando organizam um brunch para mais do que 3 ou 4 pessoas, esqueçam o expresso – afinal, quem quer estar em frente à máquina durante 10 minutos a tirar cafés de manhã? Eu sou fã do café de cafeteira francesa, mas qualquer café de cafeteira, que dá para fazer em grande quantidade de uma só vez, é uma boa aposta.

Chá das Cinco: como preparar um brunch

Quanto às torradas, o ideal é não querermos fazer tudo – pedi à Né e à Ana que trouxessem o pão fresco e foi uma coisa a menos com que me tive de preocupar.

A mesa

Também a mesa deve, se possível, estar preparada na noite anterior, com o espaço necessário para os pratos de servir já marcado, para que não falte espaço à última da hora.

Para quem tem mesas pequenas e pouco espaço, usar pratos com alturas diferentes cria mais espaço na base da mesa, parecendo menos apertada, para além de criar um maior interesse visual. Aproveitem também mesas ou prateleiras que possam servir de apoio – eu utilizei parte do tampo da minha secretária para a lata do açúcar e para os guardanapos.

Chá das Cinco: como preparar um brunch

O melhor é ser uma refeição descontraída: pratos, copos e talheres do “dia-a-dia” e guardanapos de papel podem também fazer uma mesa bonita.

Horas

O brunch não tem hora certa – afinal, no fim-de-semana não queremos horários. Mas o melhor é apontar por volta das 10h30/11h e deixar que as horas passem à mesa, com boa comida e conversa.

Chá das Cinco: como preparar um brunch


Quem vão convidar para o brunch deste fim-de-semana?